#distopia photos & videos

Loading...
51 minutes ago

Brazil - 1985 Uno de los filmes que dio origen a las distopías de estados autoritarios y los rebeldes que hacen hasta lo imposible por escapar o por derrocarlos. Terry Gilliam en compañía de un buen reparto y excelentes efectos especiales de la época hacen una película espectacular. #terry #terrygilliam #1985 #brazil #deniro #robertdeniro #distopia #fascismo #mentira #rebelde #movie #pelicula #cine #sueños #totalitario #autoritario #sistema #anarchy #anarquia

00
56 minutes ago

“Don’t Forget The Posies “ acrylic on canvas 2011 with mild digital tweaks . America, the ultimate cultural experiment . I really hope my fellow countrymen put value in our continued legacy . Its too easy to point fingers , remain idealistic and have a shitty attitude towards the powers that be ,( even though we were a nation born from protest. ) Lawmakers , don’t fuck with the Constitution and we’ll get through this #acrylicpainting #artistsoninstagram #tattooartist #artgallery #skateboard #skull #skullpainting #corona #cry #dayofthedead #death #reaper #inked #modernart #moscow #nonukes #distopia #cattle

30
1 hour ago

#Repost @chinesefashiondealer ( @get_repost ) ・・・ " You start a conversation you can't even finish it. You're talking a lot, but you're not saying anything. When I have nothing to say, my lips are sealed. Say something once, why say it again? " . Empiezas una conversación que ni siquiera puedes terminarla. Hablas mucho pero no dices nada. Cuando no tengo nada que decir, mis labios están sellados. Dí algo una vez, ¿por qué decirlo de nuevo? . Talking Heads - Psycho killer 1977 . #distopia Covid-19 👑🦠 / Temporada 2 de cuarentena / dejé de contar los días... Abril 2020

21
2 hours ago

Amaral Peixoto em frente à minha casa. Só esperando o ataque dos zumbis. #quarentena #acabaquarentena #araruamatop #araruamacity #distopia #corona #coronavirus #isolamentosocial #querotrabalhar #zombie #deserto

71
3 hours ago

Replicante, 2119. . . . . . #Cyberpunk #Distopia #tbt

5216
3 hours ago

A collection of 20 epic Post - Apocalyptic visuals featuring 3D creatures, VFX backgrounds and distopian sci-fi scenes. . Visuals by @VjGalaxy Music by @bignslim . ⬇️ Download full pack here⬇️ . https://bit.ly/3bE5tG2 . . #animation #apocalypses #apocalyptic #visuals #vj #loops #vjloops #motiongraphics #CGI #VFX #design #motion #endoftheworld #doomsday #disaster #climatechange #scifi #video #backgrounds #3D #mdcommunity   #instavideo #instavj #robots #machine #distopia

112
4 hours ago

Hoy en la Revista Desocupado se publicó una entrevista que me realizó el maestro @javiermoroh donde charlamos sobre mi #retratodemimadreconperros #danielrodríguezbarrón #creemosenloslibros #planetalibrosmx #seixbarral #distopia #escritoresmexicanos #escritoreslatinoamericanos Link en bio

261
4 hours ago

Eu acho que fico no grupo dos loucos, e vc? 😂😂😂😂😂😂😂😂

283
4 hours ago

Olá leitores, tudo bem?⠀ Hoje vim falar um pouco sobre Fahrenheit 451 do escritor Ray Bradbury.⠀ ⠀ Esse livro é uma distopia que com certeza nenhum de nós, leitores assíduos, gostaríamos de viver. Nesta nova sociedade os bombeiros não tem mais o papel de apagar o fogo mas, sim, de queimar. E eles queimam livros. É terminantemente proibido possuir livros.⠀ Montag é um bombeiro e leva a vida na maior tranquilidade até conhecer Clarisse, ela é sua vizinha e é uma pessoa muito curiosa. Ela faz com que ele questione muitas coisas que até então, ele não tinha parado para pensar, como: O modo como a tecnologia roubou o contato com o mundo e, mesmo a sociedade sendo alfabetizada, a existência dos livros foi extinta e proibida.⠀ O livro é bem curto e, mesmo sendo publicado pela primeira vez em 1953, é uma obra que traz muitas reflexões sobre a sociedade que vivemos hoje, mesmo os livros não sendo proibidos, não são lido com tanta frequência quanto, por exemplo, entramos nas redes sociais.⠀ Bom, no geral, o livro não entrou para a lista dos favoritos por ser uma leitura um pouco parada, mas é um livro com muitas reflexões e muito agregador!⠀ ⠀ E vocês, gostam de distopias? Me indica a tua preferida aqui!⠀ ⠀ #diariodeumaleitora #distopia #resenha #Fahrenheit451 #Igliterario #bookgram #instabook

317
4 hours ago

💢 Dolly City de Orly Castel-Bloom. . . 📖 Un libro que fue publicado en 1992, y con el tiempo se ha convertido en un clásico contemporáneo de la literatura hebrea. . . 💢Tomé este libro porqué llamó mi atención la portada, pero no sabía que iba a encontrar en sus páginas . Y sorpresa la que me he llevado 😱, no sé como describirlo, desde las primeras páginas todo es muy perturbador, y hasta un poco incoherente, pero no podía dejar de leerlo, quería saber más y más hasta que lo termine🤗. Este libro me voló la cabeza😱😱. Siento que no es de esos libros que le gustan a todo mundo, pero a mi en lo personal me encanto. es una mezcla de locura, de surrealismo , es grotesco y violento, así como enredado y perturbador. Una mujer que es doctora aficionada a experimentar, encuentra a un bebé al que llama "hijo", y hace de el su conejillo de indias. Pienso que es de esos libros que cada lectura que hagas de él encontrarás nuevas interpretaciónes, bien puede ser un mundo distopico; una metáfora de Israel, o de cualquier otra ciudad; o sólo la mente desquiciada y perturbada de una mujer, alguien que pasa de la compacion por su "hijo" a la obsesión. Lo recomiendo si quieres leer algo muy raro, y si no eres alguien muy sensible. 👍 . . . 💢Frases . *"Antes de continuar, hay algo que me gustaría dejar claro : no quisiera dar la impresión de que adopte a un niño para destruirlo. Yo solo he querido protegerlo de todo mal. Deseo que viva hasta los ciento veinte, que tiene eso de malo? Exijo un control en todos los frentes, que tiene eso de malo? Que hipocresía es esta? Si en ciertas sociedades pueden obligar a un hombre a arrancarle el clitoris a su hermana con los dientes. No tengo yo derecho a exigir un poder absoluto para proteger a mi hijo? . . . *«El bebé me despertó con sus gritos, y de nuevo, como el efecto de los tranquilizantes había pasado, deseé estrangularlo. Pero me dije: eso es desperdiciar tu energía, Dolly». . . . #dollycity #orlycastelbloom #librosraros #literaturahebrea #distopia #turnerlibros #turnermexico #instabook #bookstagram #amorporloslibros #lectura #editorialturner

50
5 hours ago

°°·.·°DIA DE TBT°·.·°° . . . INDICAÇÃO de uma saga que simplesmente mudou minha forma de enxergar a vida. Me fez entender que tenho direitos e preciso lutar por eles. Me tirou da inércia política que eu vivia e me fez entender que todos acontecimentos ao meu redor são políticos. Personagens incríveis e uma narrativa impecável. Você sempre vai querer ler mais uma capítulo. . . . #igliterario #tbt #saudades #releitura #leia #leitoresanonimos #leitorescompulsivos #leitoravido #distopia #literaturainternacional #instabook #booksgram #indicaçãodelivro #leiaesselivro #literaturafantastica #leituraobrigatória #política #literaturaparajovens #jovensleitores #bruxos #magia #literaturacontemporanea

190
5 hours ago

Distopias 🖤 . #distopia #books

160
5 hours ago

Abandonado!!! Raramente faço isso, mas dessa vez não deu pra levar adiante. A história em si é muito boa, mas talvez o momento não seja esse. Provável que no segundo semestre dê mais uma chance! . . . . . . . . . . . . #boanoite #literaturanacional #libros #books #livros #igliterario #bookstagram #booklovers #minasgerais #brasil #literaturaestrangeira #literatura #estante #editora #livraria #lerfazbem #leia #leitura #romance #distopia #aventura #fantasia #quotes #tag #follow #gooafternoon #poesia #poema #dicalivro #sevenwaters

480
5 hours ago

Día 71625363829 del encierro, por fin termine un libro en físico y un audiolibro de mi tbr 💛⭐️

562
6 hours ago

" You start a conversation you can't even finish it. You're talking a lot, but you're not saying anything. When I have nothing to say, my lips are sealed. Say something once, why say it again? " . Empiezas una conversación que ni siquiera puedes terminarla. Hablas mucho pero no dices nada. Cuando no tengo nada que decir, mis labios están sellados. Dí algo una vez, ¿por qué decirlo de nuevo? . Talking Heads - Psycho killer 1977 . #distopia Covid-19 👑🦠 / Temporada 2 de cuarentena / dejé de contar los días... Abril 2020

10241
6 hours ago

🌱⁣ ⁣ Octavia E. Butler mais uma vez me desestabiliza completamente. A Parábola dos Talentos, sequência do mais que incrível A Parábola do Semeador, me pegou de jeito.⁣ ⁣ Sem spoilers!⁣ ⁣ ⁣ ⁣ “O que eu gostaria de ver é um estado no qual a escravidão não aconteça.”⁣ ⁣ ⁣ Ainda não tenho certeza se o li no momento certo ou errado, uma vez que no cenário que estamos, ler sobre destruição, tortura, caos econômico e ambiental, fanatismo, prisão e outras coisas horríveis… não sei se é o mais recomendável para tempos de quarentena. E o livro bateu forte.⁣ ⁣ ⁣ Os livros da Octavia, e esses dois especialmente agora, se aproximam muito do caos que vivenciamos ou sabemos que está acontecendo em alguns lugares do mundo. Difícil distanciar a ficção da realidade, nesse caso, e A Parábola dos Talentos foca em três coisas que podemos observar bem em nosso país: um louco no poder, fanatismo político e racismo.⁣ ⁣ ⁣ No primeiro livro conhecemos Lauren Olamina, que foge de sua vizinhança quando os muros que a protegiam são derrubados e as casas, incendiadas. Ela foge e, em sua corrida pela sobrevivência por lugares perigosos, ela conhece muitas pessoas que também buscam refúgio. Lauren também cria a Semente da Terra, e sua fé na Mudança inspira muitos outros a se aprofundarem no que ela acredita. No segundo livro vemos o quanto isso cresceu e se tornou essencial para que a protagonista conseguisse enfrentar todos os desafios que se apresentaram. Ah, Olamina tem hiperempatia, o que faz dela uma compartilhadora: ela sente a dor e o prazer dos outros. E quanta dor ela tem que suportar aqui! ⁣ ⁣ ⁣ Não foi uma leitura tão frenética quanto a primeira. Esse livro, mais introspectivo, reflexivo, foca mais nas questões religiosas e na Semente da Terra, que é realmente interessante, mas os capítulos se tornam um pouco repetitivos com a insistência de Lauren em “converter” mais e mais pessoas. É uma teoria ótima, mas ficou um pouco cansativo sim, em certos momentos.⁣ ⁣ Recomendo demais a leitura desses livros. Octavia constrói tramas extremamente instigantes e emocionantes, também chocantes, que envolvem completamente o leitor. Fiquem atentos aos gatilhos para: estupro, racismo e abusos.

508
6 hours ago

¡Cómo va, muchachos! Ya es jueves y esta vez les traemos una película relativamente nueva (2019 ), pero que para muchos resultó ser una entrega atrapante. Su nombre es #Vivarium y trata de una pareja (interpretada por #ImogenPoots y #JesseEisenberg ) que han decidido comprar su primera casa. Sin embargo, llegan a una inmobiliaria donde los recibe un extraño sujeto que los convence de visitar el vecindario que se ha creado. Sin saberlo, esa decisión los llevará lentamente a la perdición... Este film de #CienciaFicción , #Suspenso , #Terror y #Distopia nos presenta un escenario oscuro y poco convencional del matrimonio y la vida en familia en la actualidad. Está llena de simbolismos y con dos buenas actuaciones. #Cine #Netflix #Movies #Televisión #Cinema #Chile #Argentina #España #instachile #Movie #Thriller #miedo

40
7 hours ago

Livro 12 / Março de 2020 📖 - 1984 (George Orwell ) ㅤ Se você está procurando um livro tranquilo e leve, esse não é o livro que você está procurando. ㅤ Esse livro foi publicado em 1949, e o autor o escreveu como uma sociedade futurística totalitária. ㅤ O mundo é dividido em três partes: Oceania, Lestasia e Eurasia. Winston é um rapaz em que mora na Oceania, que é controlado pelo Partido, o Grande Irmão, que tudo vê. Você não consegue fazer absolutamente nada sem que seja monitorado. Tudo é controlado pelo Partido: o presente, o passado, a verdade até o pensamento. Nessa sociedade ninguém é capaz de pensar por si só, todos são manipulados para pensar o que o governo quer que pensem. Qualquer informação do passado que contradiz o que o governo diz no presente, é rapidamente alterado em todos os meios de comunicação pelo Ministério de Verdade. Winston percebe essas diferenças e começa a se questionar. Após começar a se envolver com uma colega de trabalho, Julia (o que é proibido pelo Partido, só é aceito para procriar ) Winston começa a expor suas ideias. Julia era "livre", mas não era muito atenta as questões políticas. Mas Winston e Julia se aliam a oposição do governo, mas são descobertos e o desenrolar da história após isso é surpreendente. Esse livro é uma forte crítica aos governos totalitários. Na época que foi lançado, era muito divulgado no EUA como anticomunista e defensor do capitalismo, mas isso é extremamente equivocado. George era de esquerda e chamava a si próprio de socialista democrático, mas era extremamente critico e acusava e abordava o totalitarismo nesta obra. Esse livro não trás uma luz de esperança no fim, mas é um soco no estômago e o final é de arrepiar. PS: Acabei com duas cores de post-it com tantas marcações boas que esse livro trás. Recomendo para todos! ㅤ #leiadistopia #1984 #georgeorwell #leitura #euleio #livroclassico #instabook #instalivros #bookpic #bloggerbook #blog #livros #igliterario #igliterabr #blogliterario #instaliterario #distopia

425
7 hours ago

Every one thought I was #crazy 20 years ago when I would mention #microchips ..... 10yrs ago people would just be a little skeptical but were starting to realise it was within the realm of possibility........ even right now , though no longer crazy, they still think it is a while away.... lets wait 6months and see the roll out begin just after they outlaw cash because of #covid_19 #distopia #control

110
7 hours ago

Quote especial dessa distopia nacional maravilhosa: A Fortaleza da autora @day .escritora #quote #literatura #literaturanacional #amoler #dayfernandes #distopia

100
7 hours ago

⠀ 𝗖𝗼𝗻𝘁𝗼 𝗫𝗜𝗫 𝘾𝙚𝙧𝙘𝙖 𝙗𝙚𝙣𝙚 ⠀ Ho già detto che di tanto in tanto affiorano dal panorama monotono relitti di veicoli e ruderi. I ruderi sono più interessanti perché – se si ha fortuna – si riesce a trovare qualche segno del mondo-di-prima, sopravvissuto all’avanzata del deserto di sale. Non è facile dopo innumerevoli razzie, compiute non per avidità, ma per necessità di sopravvivenza. Eppure, se persino nel 1922 si riuscì a scoprire lo stupefacente tesoro di Tutankhamon intatto dopo millenni, allora non è poi così improbabile recuperare qualcosa. ⠀ Quando capita di imbattermi in una costruzione in rovina, la curiosità prevale sulla prudenza; l’attrazione esercitata dalla possibilità di ritrovamenti ha di gran lunga la meglio. A quel punto, un unico imperativo si fa strada nel cervello: cerca bene. [...] ⠀ 📖 Link in bio o 𝘊𝘰𝘯𝘵𝘪𝘯𝘶𝘢 𝘢 𝘭𝘦𝘨𝘨𝘦𝘳𝘦 𝘲𝘶𝘪 ► bit.ly/cdq_XIX . . #contidellaquarantena #quarantena #covid19italia #coronavirusitaly #raccontibrevi #storiebrevi #ceraunavolta #racconti #unafotoalgiorno #tiraccontounastoria #blackandwhitephotography #scritturacreativa #fotografiaartistica #comesuperarelaquarantena #lettureapuntate #letturatime #ioleggoperché #futuro #distopia #postapocalyptic #ricerca #ruderi #solidarietà #uguaglianza #libertà #brigatevolontarieperlemergenza #resistenza #tesorinascosti

90
7 hours ago

Não sei vocês, mas eu gosto de variar estilos literários para não ir enjoando. Nas últimas semanas li romance, drama, fantasia e romance de época, então agora decidi ir para uma distopia. Parando para pensar, talvez esse não seja o melhor momento para ver um livro sobre fim do mundo, não é mesmo? 🤔😂 Ordem, de Hugh Howey, é a continuação de Silo. Gostei do primeiro, mas não amei, por isso Ordem está na minha estante há alguns anos. Resolvi que finalmente era a hora, então é a minha leitura da vez. Quem aí já leu essa série? Gosta? #casosacasoselivros #instablog #livros #livro #instalivros #instabooks #books #book #euamoler #leitura #ler #read #reading #bookaholic #bookmania #instaread #readgram #igersbook #igerread #leitor #reader #quarentena #emcasa #leituradaquarentena #ordemlivro #ordem #silo #hughhowey #editoraintrinseca #distopia

90
22 hours ago

PENSIERI CONTAMINATI Voglio raccontarvi una piccola storia, una storia davvero piccola poiché è la storia di un pensiero. Ho guardato il cielo. Un colore magnifico, fresco di mattina. Non ho potuto trattenere il pensiero verso la profondità, l’inconoscibilità di quello spazio. Come uno specchio, il vetro che separava me dall’infinito ha riportato il pensiero al fondo dei fatti che esploriamo, fuori dalle quinte , al di là dell'apparenza ed ho capito che cielo e pensiero sono fratelli di sangue perché sono fatti della stessa materia. Ho pensato che nei cieli ci siamo già stati, abbiamo volato, ci siamo presi la possibilità di osservarci dall’alto eppure alla fine siamo tornati sempre a terra consapevoli di non essere all’altezza delle possibilità che, nonostante gli evidenti limiti, abbiamo avuto. [...] (Continua su www.fareteatro.com ) 🌍LINK IN BIO👆 . . . . photo: https://eol.jsc.nasa.gov/ . . . . #fareteatro #writers #scrivere #racconti #uomo #donna #confini #limiti #volare #cielo #spazio #pensiero #photooftheday #overtherainbow #nasa #clouds #sunrise #alba #distopia #distopic

141
3 weeks ago

"[...] Fu però quest’ultima parola a ottenere piena cittadinanza nei discorsi della gente, forse perché “normalizzazione” sembrava una parola troppo tecnica, troppo impegnativa. Normalizzare sottintendeva un’azione diretta contro certe pratiche del passato, certi comportamenti, quelli che avevano portato il Paese sull’orlo del baratro. La gente invece voleva il ritorno della normalità, nell’accezione di una vita da condurre senza soprassalti di moralismo, senza troppi interventi che stravolgessero l’esistenza delle persone. Chiedevano in fondo quello che in ogni Paese e in ogni epoca era sempre stata l’aspirazione suprema della stragrande maggioranza: vivere senza troppi pensieri, conducendo le proprie attività in modo tranquillo, godendo dei piccoli o grandi piaceri che ci si poteva concedere lasciando che altri si occupassero, ma senza dare troppo fastidio, dei problemi generali. Normalità significava anche criticare il governo, esprimere opinioni contrarie, ma con la convinzione che si trattasse di un “normale” esercizio dialettico di chi, comunque, non poteva esimersi dal seguire regole dettate dall’alto. Dopo pochi mesi la parola “normalità” estese la gamma dei propri significati. Si passò dall’aspirazione largamente condivisa a vivere con tranquillità a quella di un’esistenza nella quale fossero banditi i pensieri dissonanti, di qualsiasi genere. Non si sa come successe, ma a un certo punto essere “normale” cominciò ad assumere delle connotazioni diverse rispetto a quelle del passato. [...]" (Il Nuovo Sistema - Guido de Eccher ) https://bit.ly/2QnWrVo #leggere #libri #ebook #distopia #leggeredistopico #ioleggoacasa #fantapolitica #letture #lettori #reading #reads #letteratura #literature #libridaleggere #leggeresempre #libribelli #consiglidlettura

480
Jun 2018

Abide by me. Once a botanical garden, now an empty rusted shell. #thefuture #utopia #distopia #derelict

02

Top photos & videos on #distopia

1 weeks ago

| 𝔻𝔼𝕊𝔸𝔽𝕀𝕆 𝟙𝟝 𝔻𝕀𝔸𝕊 𝟙𝟝 𝕃𝕀𝕍ℝ𝕆𝕊 | 𝙐𝙢 𝙇𝙞𝙫𝙧𝙤 𝙦𝙪𝙚 𝙑𝙤𝙘ê 𝙈𝙪𝙙𝙖𝙧𝙞𝙖 𝙤 𝙁𝙞𝙣𝙖𝙡 . Siiim, dois posts no mesmo dia!! 😱 É isso que acontece quando a gente quer participar de um desafio, mas deixa tudo para os últimos dias! 🙈😂 . O próximo tópico do desafio #15dias15livros é: . 9° 𝘛ó𝘱𝘪𝘤𝘰: 𝘜𝘮 𝘓𝘪𝘷𝘳𝘰 𝘲𝘶𝘦 𝘝𝘰𝘤ê 𝘔𝘶𝘥𝘢𝘳𝘪𝘢 𝘰 𝘍𝘪𝘯𝘢𝘭 . Num post recente, citei o primeiro livro dessa trilogia, The Kiss of Deception, como um livro que me surpreendeu bastante. Sem dúvidas, essa trilogia é uma das minhas favoritas, tanto que eu ficava super ansiosa para ler a continuação. 😍 . No entanto, talvez porque demorei muito tempo para adquirir o último livro, The Beauty of Darkness não me causou o mesmo frenesi como foi com os dois anteriores. . A história continua incrível, a protagonista está mais forte e esperta do que nunca, mas o final me frustrou um pouco. 😥 Se pudesse, mudaria alguns detalhes. . . E para você, qual livro você tem a sensação de que poderia ser diferente? Vamos conversar! 😉😘 . . . #livroscafeearte #livrosecafe #amoler #livros #livrosemaislivros #livroseleitura #literatura #leiamais #darksidebooks #darklove #thekissofdeception #maryepearson #thebeautyofdarkness #instabook #booklover #instaliterario #desafioliterario #dicadelivro #dicadeleitura #leitores #bookaholic #amolivros #igliterario #ler #instalivro #distopia

1.1k46
2 weeks ago

Por que não gostei do “Conto da Aia”? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ O cenário é um mundo em guerra devastado pelos efeitos da radiação. Na república de Gilead, uma sociedade teocrática em que mulheres são propriedade do governo, somos apresentadas as ‘aias’: mulheres cuja função é procriar de forma forçada e garantir a perpetuação da raça humana. Parece uma premissa incrível, né? Mas aqui vão alguns dos motivos que me fizeram não curtir essa leitura: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ I. A narração — Arrastada, monótona, e cansativa, a narração da personagem principal não consegue dar conta de fazer uma boa descrição do universo distópico em que mergulhamos. Muitas pontas ficam soltas, e fiquei bem perdida ao longo da leitura. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ II. Elementos distópicos — Quando fiquei sabendo que no universo de ‘O conto da aia’ as mulheres não podiam ler, que eram objetificadas ao extremo e não tinham poder de escolha, fiquei muito empolgada com o impacto que esses pontos poderiam trazer pra sociedade em termos de debate, e de representação da mulher na literatura. Infelizmente nenhum desses elementos foi bem explorado. A sensação é que Offred passa a maior parte do livro falando sobre coisas que poderiam facilmente ser cortadas, ao invés dos impactos que a sociedade cruel em que vive causam em sua vida. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ III. Referências bíblicas rasas — Na história, a sociedade é teocrática, e há várias referências ao antigo testamento, porém são todas muito rasas e pouco contextualizadas. Pra um leitor não cristão, é fácil não compreender diversas passagens do livro, ou entender de forma equivocada. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ IV. Falta de identificação com a personagem — Temos poucas informações sobre Offred. Apesar da história ir e voltar no passado o tempo todo, as narrativas, que deveriam nos ajudar a montar o quebra-cabeça que é toda a realidade distópica na qual ela está inserida, são vazias e mal contadas. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ E vocês, já leram “O conto da aia”? E o que acharam? #bookstagram #leiamulheres #igliterario #livros #mulheresqueescrevem #ENEM #contodaaia #distopia

59157
6 days ago

🤰🏼A quinta | Joanne Ramos | @editora .saida.de.emergencia 🤰🏼. . Golden Oaks é um retiro luxuoso onde as mulheres encontram todo o tipo de serviços: refeições orgânicas, professores de fitness, massagens diárias - e tudo a custo zero. De facto, quem aqui reside ainda recebe uma elevada quantia de dinheiro. A contrapartida? Durante nove meses não pode deixar o espaço, os seus movimentos são monitorizado e tem de cortar os laços com a sua vida anterior enquanto se dedica a uma única tarefa: produzir o bebê perfeito para os clientes super-ricos. Jane, uma imigrante das Filipinas, está desesperada por um futuro melhor quando, depois de um processo rigoroso, é selecionada para ser “Hospedeira” em Golden Oaks - ou na Quinta, como os residentes lhe chamam. Mas grávidas, frágil e preocupada com o bem-estar da sua família, Jane está determinada a contactar os seus. No entanto, se deixar a Quinta, perde a recompensa financeira que poderia mudar a sua vida para sempre. . 💬 No início achei que seria um mundo distópico, porém não foi bem o que encontrei e dessa forma tive que realinhar um pouco as minhas expectativas. A história ocorre no mundo atual onde as mulheres super ricas estão querendo ter filhos, mas estão lutando contra uma escolha entre a carreira ou maternidade (ou escolha de uma barriga de aluguel por motivos estéticos ). Os bebês que essas hospedeiras carregam são preciosos e carregam uma etiqueta com seus valores. Gostei bastante de como o livro trouxe questões como riqueza, classe social, imigração, maternidade, feminilidade e acima de tudo como nos mostra que devemos nos esforçar para conseguir alcançar nossos objetivos. Uma leitura cativante, que vale a pena ser lida 😉

88411
Yesterday

01.04.2020 . 《Opinião》 | O ano da graça | 《Kim Liggett》 . Hoje trago a minha opinião sobre esse que foi (infelizmente ) o único livro que li em março. Daquela pilha de TBR que postei, só esse livro se salvou. Hahaha Eu rio, mas é de nervoso. . Tierney James é uma jovem curiosa e valente que está a ponto de iniciar seu Ano da Graça, mas na sociedade patriarcal do Condado de Garner ninguém conta para as garotas o que é o Ano da Graça, a única coisa que ela e todas as demais garotas sabem é que por um ano elas não viverão com suas famílias no Condado e que nesse período devem expurgar toda a magia que têm. Ela nunca foi de acreditar nessa de magia e nem está pronta para ter a vida que os outros querem que ela tenha se voltar viva do Ano da Graça; tudo o que almeja é a rala liberdade que poderá encontrar como uma trabalhadora no campo, não anseia e teme se tornar a esposa de algum homem do condado e ver ser tomado dela todas as chances de poder pensar, falar e viver por si mesma. . Em primeiro lugar, que escrita envolvente a autora tem! A escrita é muito fácil, a construção do universo distópico é tal que você quer ler cada vez mais para entender o que é tudo aquilo, como funciona e o que acontecerá com as um pouco mais de trinta garotas enviadas para o acampamento do Ano da Graça. Tierney é também uma protagonista que nos leva junto em sua aventura. A gente consegue sentir nela a ânsia da juventude e principalmente, as amarras que subjulgam as mulheres nessa história. É fácil sentir o que ela sente e desejar a liberdade como ela deseja e isso é muito positivo. Cria empatia, entende? O segundo ponto que gostei e que me deixou apreensiva num sentido bom, de expectativa mesmo, foi o "jogos vorazes" do acampamento. Gente, a autora aqui mostrou com atos de violência físicas e psicológicas o que a falta de sororidade, respeito e empatia causam. Se você gosta de ver sangue e morte, esse livro é pra você. Haha Achei muito interessante a sementinha que a autora planta nestas 356 páginas. Certamente, ela cria esse universo distópico onde as mulheres não tem voz alguma, com o intuito de atingir um público que está em formação. [CONTINUA 👇]

51820
3 days ago

𝐕𝐚𝐦𝐨𝐬 𝐟𝐚𝐥𝐚𝐫 𝐬𝐨𝐛𝐫𝐞 𝐝𝐢𝐬𝐭𝐨𝐩𝐢𝐚? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ O QUE É De modo bem simplista, distopia, na literatura, trata-se de uma história com uma lição que envolve denúncias a governos ditatoriais, tirânicos e com desigualdades sociais. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ MEU PRIMEIRO CONTATO O primeiro livro que li do gênero foi “Divergente”, da Veronica Roth. Na época, eu gostei, mas me lembro de ter gostado mais do filme. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ O QUE EU JÁ LI Esse gênero foi me ganhando aos poucos, sem eu nem perceber. Assim, li a trilogia “A seleção”, de Kiera Cass, “Jogos vorazes”, “A princesa das cinzas” (o segundo volume está em lançamento ), “Graça e fúria”, Crônicas Lunares, entre outros. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ MEUS FAVORITOS Os livros do gênero que mais ganharam meu coração com certeza foi a série Crônica Lunares. Mas, também gostei muito de “A seleção” (o primeiro volume ) e dos filmes de “Jogos Vorazes”. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ O QUE EU MENOS GOSTEI Não gostei muito de “A elite” e de “A escolha”, da Kiera Cass. Também, odiei o final de “Divergente”, o que me fez nem terminar de ler os livros. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ O QUE EU PRETENDO LER Tenho alguns clássicos desse gênero na minha lista: “Admirável mundo novo”, “A revolução dos bichos”. Além desses, também pretendo ler “Crave a marca”, de Veronica Roth, e as continuações dos livros que mencionei acima. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 🧚🏽‍♀️ Conta para mim: Vocês gostam desse gênero? Que livro acha que devo ler? Qual vocês querem muito ler? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

1.2k36
2 weeks ago

Vivemos a distopia. O fim de um mundo tal qual conhecíamos. A incerteza do que virá. A insegurança de saber se seremos capazes de transformar o mundo. A instabilidade de ver as estruturas que nos suportavam em ruínas. Ao mesmo tempo há um contágio de esperança num surto capaz de mobilizar um mundo inteiro, a ponto de repensarmos em camadas muito profundas as relações humanas. Isolados, aprendemos a valorizar o outro, a presença, o apoio, a campanhia, o afeto, o toque. Numa sociedade de relações líquidas, conforme Bauman nos elucida, estamos vivendo a distância física que nos une ao mesmo tempo que separa nossos corpos. Talvez agora arrependidos por tanto tempo perdido e tantos afastamentos desnecessários. Somos corpos desejantes de encontros. Corpos solitários pulsando corações solidários. Que tipo de vetor seremos a partir de agora? O que orientaremos e disseminaremos? Estamos mais monitorados do que nunca, Cerceados, geramos online a maior quantidade de dados já vista na história. Legitimados pelo Estado de Exceção. É um marco Deixa marcas O mundo não será o mesmo Nem eu Nem você O velho mundo já foi, mingou, junto a lua minguante. .... Saturno enquadrado por Urano, junto Jupiter, Plutao, Marte, Nodo Sul em Capricórnio e Lua minguando. Na imagem, a obra “Vênus”, de Botticelli, sem a deusa. Ela está de “quarentena”. #distopia #quarentena #diariodaquarentena #astrologia #astros #transitoscelestes #diariodofimdomundo

25620
2 weeks ago

#Repost @libriepasticci • • • • • • Quando José Saramago ha scritto "Cecità" voleva rivolgere la sua critica ad una società cieca, che ormai aveva perso il senso di solidarietà tra le persone. Un libro pubblicato nel 1995, letto anni fa, ma mai come adesso così attuale. Una società distopica, una malattia inventata, con tristi conseguenze che però non facciamo fatica ad immaginare se pensiamo all'egoismo del genere umano. Una lotta di tutti contro tutti, il più debole soccombe. Una società in delirio 💣 È un libro potente, che mi ha davvero segnata e mi ha fatto a lungo riflettere. Nonostante troppo spesso perdiamo la fiducia nel genere umano, ad oggi credo, e spero, che tutti possiamo riuscire a collaborare e uscirne così vincitori. Lontani, ma vicini 💞 Per questi giorni di reclusione forzata, mentre ci riadattiamo a nuove abitudini, vi consiglio queste letture su dei mondi altrettanto distopici, realtà diverse, nelle quali ognuno dei protagonisti si adatta a vivere. È difficile certo, ma non impossibile 💪🏻 Leggere è uno degli antidoti più forti che abbiamo a disposizione e questo tempo a casa è prezioso ✨ Seguite l’hashtag #ioleggoACASA lanciato da @giulia_ciarapix per rendere produttivo il vostro! 📚 #iorestoacasa ~ ~ ~ ~ #libriepasticci #cecita #josesaramago #saramago #feltrinellieditore #feltrinelli #restoacasachallenge #leggeresalva #bookstagram #booklover #bookaddict #booksbooksbooks #booksandcoffee #booksfordays #casa #home #homesweethome #homegoods #homegoals #libridaleggere #leggeresempre #leggerechepassione #leggerepervivere #alicenelpaesedellemeraviglie #leintermittenzedellamorte #lewiscarroll #distopia

2.3k40
3 weeks ago

O processo, de Franz Kafka | @companhiadasletras 332 págs Já imaginou você acordar e descobrir que está sendo acusado de um crime? E o pior, condenado, aparentemente sem razão. Josef K. vive numa angústia continua tentando descobrir quem o acuso e o motivo de ter sido processado. O enredo é instigante. Parece uma história absurda, mas analisando melhor é possível, o personagem principal poderia ser qualquer um de nós. A crítica que Kafka constrói contra a burocracia e a corrupção do sistema jurídico é bastante crucial. Um livro muito bem trabalhado psicologicamente. Acompanhar Josef K. causa certo sufocamento, a falta de respostas que vão aos poucos degradando o protagonista. O livro possui muitos diálogos interessantes, mas em alguns momentos a leitura se torna confusa, já que o livro está inacabado (nada que tire o valor da obra ) esses problemas acabam ficando entediante. É uma leitura reflexiva que eu confesso não ter conseguido aproveitar ao máximo, já que em alguns momentos perdi total interesse. O livro é bastante parado, todas as ações acontecem muito lentamente. Importante ressaltar que mesmo com capítulos inacabados temos um final que, na minha opinião, foi bastante satisfatório. . ❝ O importante não é o processo, mas a forma como ele se processa. ❞. . O que mais choca não é nem saber que, de certo modo, este livro de Kafka, profetizou os absurdos presenciados durante o nazismo, como as perseguições, prisões e extermínios sem motivo ou explicação. Mas saber que coisas assim ainda acontecem. Quem já leu, gostou? Tem vontade de ler?

74370
6 days ago

IMPRESSÕES || LARANJA MECÂNICA || Anthony Burgess || 352 pág. || Editora Aleph || . Média no Skoob: 4.5 🌟 Minha nota: 5 🌟 . Hoje o post vai ter um formato diferente: ao invés de trazer uma resenha, irei comentar minhas impressões da obra, de forma topificada. . 🍊 PERSONAGENS: Alex, o protagonista da obra, é um garoto desprezível. Um adolescente psicopata, que sente prazer em praticar atos de violência, além de ser extremamente dissimulado, traço este que está presente em muitos outros personagens que compõem a obra, tais como os amigos de Alex e até o responsável por sua ressocialização. Cada uma das figuras tem sua própria peculiaridade, mas, dificilmente, é possível simpatizar com qualquer uma delas. . 🍊 LINGUAGEM: Laranja Mecânica é um livro famoso por trazer uma linguagem muito própria, chamada Nadset, que é uma forma que o autor encontrou de criar um dialeto próprio dos adolescentes brutalizados que estão inseridos no contexto de violência narrado na obra. A grosso modo, trata-se da gíria utilizada por Alex e seus amigos. Tal artefato acaba gerando uma certa dificuldade na fluidez da obra, contudo, com o passar das páginas, acabamos nos acostumando com tal palavreado e até mesmo decorando seus significados. . 🍊 CRÍTICA SOCIAL: a obra traz inúmeras críticas que podem ser enumeradas, tais como a violência e a forma com que o Estado a trata, mas, o principal ponto a ser analisado é o limite ético existente entre a obrigação de seguir o bem ou o mal. Até que ponto somos livres para escolher tais caminhos dicotômicos? Não somos simplesmente programados para seguí-los . 🍊 CONTEMPORANEIDADE: o que mais me chamou atenção na obra foi o  fato de que, apesar de ter sido escrito há 58 anos, os temas tratados nesta distopia parecem se encaixar perfeitamente em nossos dias atuais. Laranja Mecânica é uma obra-prima atemporal e que vale a pena ser lida. . Já leram Laranja Mecânica? O que acham de cada um desses pontos? . O que acharam desse novo formato de post? Não pretendo abrir mão das resenhas, mas fazer um misto entre esses dois estilos.

66169